Carregando...

Musicoterapia Empresarial

A musicoterapia empresarial é uma prática pioneira, inovadora e aponta uma nova tendência nas organizações que integra de forma geral empresa e música. Promove principalmente comunicação e saúde integral. "É a aplicação da música para produzir uma condição de bem-estar no indivíduo".
 
A musicoterapia enfatiza a escuta nas organizações, a cultura musical, a arte e a saúde no trabalho. Tem o foco tanto na escuta externa do ambiente de trabalho quanto na escuta interna, visando favorecer a comunicação intra e interpessoal, a promoção da saúde integral enquanto potencial máximo de produtividade.
 
A comunicação envolve as relações consigo e com o outro e se dá também através de elementos não verbais, que implicam nas informações trazidas pelo corpo, pelos gestos, pela voz, pelos sentidos, pela cultura, etc; e na comunicação verbal, que é a linguagem falada. Tecnicamente estimular a escuta, os movimentos e os sentidos favorecem a comunicação verbal e a não verbal, que por sua vez traz a excelência nos atendimentos aos clientes, desenvolvimento de vendas, habilidades gerenciais, liderança e qualidade.
 
A atuação do musicoterapeuta no ambiente de trabalho se dá através da musicoterapia ativa ou receptiva.
 
A musicoterapia receptiva (escuta musical e sonora) é utilizada com diversas estratégias, tais como: música ambiente, previamente selecionada e comandos sonoros e musicais visando direcionar a escuta para aspectos relevantes da música (timbre, intensidades, ritmo, alturas melódicas, etc), com isso estimular aspectos cognitivos como concentração, atenção e memória além de promover o relaxamento e a redução das tensões.
 
E ainda o musicoterapeuta atua diretamente em grupos utilizando o silêncio, a percepção de sonoridades, musicalidades e a expressão vocal-sonora-musical e corporal, ampliando as funções do ouvir e do escutar no trabalho, fazendo paralelos dessas experiências com situações no trabalho.
 
A musicoterapia ativa representa o fazer musical que proporciona um alívio das tensões conscientes e inconscientes através da eliminação dos conteúdos internos, experimentando possibilidades de se relacionar consigo mesmo, com o trabalho e com o outro. A música promove a liberação de substâncias químicas que trazem sensações de prazer, aumentando assim a imunidade, a saúde física e a sensação de prazer, além de trazer espontaneidade, integração, desinibição e um melhor relacionamento com cliente, melhorando a produtividade e a motivação em equipes, assim como nos treinamentos de liderança, pois relaciona os instrumentos líderes nas dinâmicas musicoterápicas.
 
A musicoterapia empresarial está relacionada com três principais fatores: ciência, arte e relação.
 
Enquanto ciência visa intervenções objetivas e resultados práticos como a música ambiente e a performance realizada com os devidos critérios do musicoterapeuta, que incluem reconhecimento da empresa, avaliação e auto-avaliação, consultas, diagnóstico, intervenções, monitoramentos e treinamentos. Busca resultados que favoreçam a auto-reflexão e a liderança participativa, o aumento do rendimento, a redução do stress e do absenteísmo; visa incentivar a auto-estima e integração e, conseqüentemente, desenvolve novas habilidades e estratégias no trabalho.
 
A musicoterapia enquanto arte no trabalho promove um senso estético e sensível, traz bem-estar e criatividade para lidar com situações do cotidiano com mais eficiência e habilidade. Utiliza elementos da música como timbres, ritmo interno e externo, melodias e alturas, harmonia, instrumentos musicais, voz e movimentos corporais. Traz elementos de percepção auditiva e musical como base para os treinamentos e para a administração melhor do tempo.
 
A musicoterapia empresarial com ênfase nas relações traz elementos integradores da música como a cultura musical, a comunicação verbal e não-verbal. Já que a música é uma linguagem universal tem as bases integradoras entre colaboradores, fornecedores e clientes, maximizando resultados e o desenvolvimento humano.
 
A prática da musicoterapia empresarial tem como finalidade um melhor rendimento e a produtividade, o bem-estar e a saúde integral, além do desenvolvimento humano trazendo uma iniciativa de humanização e responsabilidade social no trabalho, podendo ser realizada através de:
  • Palestras e Práticas Vivenciadas,
  • Música Ambiente ou estímulos sonoros e musicais durante o trabalho,
  • Performance ou Musicoterapia Laboral: grupos de música e movimento voltado à sensibilização e conscientização.
  • Instalações: Espaços Ambientados de silêncio, sons, música e instrumentos musicais,
  • Eventos Musicais Temáticos.
  • Ponto de Escuta na Empresa: o musicoterapeuta escuta as queixas e media conflitos através dos sons e da música (pessoalmente ou intranet).
  • Programas específicos e temáticos para liderança, motivação, aposentadoria, reengenharia e processos de mudança, trazendo adaptabilidade e flexibilidade, favorecendo o clima organizacional.
  • Musicoterapia Clínica: grupos de prevenção e tratamento de doenças ocupacionais e afastamentos: depressão, pânico, dependência química, ler-dort, disfonias.
 
O foco principal dos treinamentos e intervenções de musicoterapia empresarial é a comunicação e a saúde e sempre devem ser realizados por um musicoterapeuta formado e habilitado, que pensa nas relações entre música, ser humano e empresa.
 
"A musicoterapia na empresa é uma contribuição que pretende afinar instrumentos-pessoas numa grande orquestra para a Sinfonia da Vida".
 

Mirian Steinberg

  • Musicoterapeuta Graduada na Faculdade Marcelo Tupinambá
  • 16 anos de Experiência em Terapias Corporais,
  • Palestrante na Área de Recursos Humanos
  • Docente da Faculdade Paulista de Artes nas disciplinas de Expressão Corporal Sonora Musical na formação do musicoterapeuta e na disciplina de Percepção Musical para atores no Curso de Artes Cênicas.
  • Atua na área Empresarial, Acadêmica e Clínica.