Ganhe tempo!Receba os novos artigos no seu e-mail e seja feliz! 😉

fechar

Como agradecimento, baixe gratuitamente a música tema de nosso álbum OAPCE Lounge 🎧


Convencendo sua diretoria a investir em QVT: retorno financeiro

Convencendo sua diretoria a investir em QVT: retorno financeiro

Defender o investimento em projetos importantes é sempre um desafio — principalmente quando se fala de investir em QVT, um conceito que pode não ser tão conhecido e valorizado quanto gostaríamos. Como qualquer projeto, é necessário demonstrar todas as vantagens que justificariam este investimento e o retorno que seria esperado para ele.

Felizmente, não é difícil justificar o investimento em programas de QVT, que têm potencial para proporcionar um excelente retorno financeiro, ao contrário do que se pode pensar ao seu respeito. Trouxemos aqui alguns argumentos e dados para você convencer a sua diretoria a investir em QVT, um suporte que será bem aproveitado se aplicado corretamente ao contexto da sua empresa. Vamos a eles!

Retorno sobre o investimento

Se existe uma coisa necessária para se ganhar a confiança dos membros mais sisudos da diretoria, ela se chama ROI (Return on investment, ou retorno sobre o investimento). Mostre-os o seguinte dado: para cada Real investido em QVT e prevenção de acidentes, estimativas apontam que R$ 4,00 são gerados, devido a vários fatores, como redução do absenteísmo, aumento da eficiência e produtividade das equipes, satisfação e organização dos colaboradores, entre outros.

E o retorno também vem em forma de economia. Como nesses casos de absenteísmo, por exemplo, nos quais muitas vezes seriam envolvidos custos legais, trabalhistas e impostos.

Proteção contra queixas trabalhistas

O investimento em QVT atua em algumas frentes que promovem a qualidade do ambiente e das condições de trabalho para os colaboradores, que não poderão reclamar de falta da empresa neste quesito em eventuais processos trabalhistas. Por outro lado, a falta de investimentos em programas de qualidade de vida no trabalho podem levar à negligência de alguns pontos a ser explorados nesse tipo de processos oportunistas.

Criar um plano de benefícios atrativo para sua empresa também é uma forma de combater as queixas trabalhistas, pois, ao fortalecer o recrutamento da sua empresa, a tendência é de minimizar essas ocorrências, mantendo os melhores talentos dentro da sua organização.

Saúde e segurança no trabalho

Promover a proteção à saúde e medidas de segurança no trabalho é dever de toda e qualquer empresa, independente do seu porte e área de atuação. Aliás, toda empresa é obrigada a possuir uma equipe de segurança do trabalho — que, em empresas pequenas, pode ser uma equipe médica terceirizada para cuidar da saúde profissional dos colaboradores.

Nesse sentido, o investimento em QVT passa a ser quase uma obrigação do ponto de vista trabalhista, uma vez que o seu objetivo é exatamente promover a saúde e a segurança no trabalho, entre outras coisas.

A concorrência já investe em QVT

Se os argumentos acima não forem o bastante para convencer a sua diretoria a investir na qualidade de vida no trabalho, faça um levantamento das demais empresas na sua área de atuação e demonstre quais delas já realizam investimentos em programas do tipo. É claro que este argumento, por si só, pode não resolver a situação; mas, com certeza, é uma indicação de caminho a seguir para mais eficiência operacional e produtividade da sua empresa.

Quer saber mais sobre investimento em programas de qualidade de vida no trabalho? Assine a nossa newsletter e não perca as novidades e novos artigos publicados no nosso blog!

Share

Conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mautic is open source marketing automation